Tudo Sobre Espiritualidade Luz solar penetrando nuvens escuras sobre o desfiladeiro profundo - Tudo Sobre Espiritualidade Bandeira

Meditação


Meditação: O que é isso?
Meditação é um tema popular estes dias. Com uma ênfase renovada no espiritismo e medicina alternativa, a meditação tem crescido em popularidade. No entanto, dependendo do contexto, a meditação pode ser definida de várias maneiras. Muito simplesmente, a meditação é definida como reflexão e contemplação. O ato em si não tem mais valor do que pensar ou sonhar. O tema da meditação de uma pessoa é o que traz valor ao ato de meditar.


Meditação: Quem a pratica?
Meditação é geralmente vista como uma prática do movimento da Nova Era. Isto vem principalmente da associação do movimento com a Meditação Transcendental. Meditação Transcendental (MT) foi desenvolvida por Maharishi Mahesh Yogi da religião hindu. Em seu site, MT é descrita como “um processo simples, natural e sem esforço.... A técnica da MT® permite que sua mente se aquiete e mergulhe para dentro, além do pensamento, a fim de experimentar o reservatório silencioso de energia, criatividade e inteligência encontrado dentro de cada pessoa” (http://www.meditacaotranscendental.com.br/). O site menciona os benefícios da TM, tais como aumentar a criatividade, eficácia e sucesso. O site afirma então que as pessoas de qualquer idade, origem ou religião podem praticar MT.

No entanto, MT está mergulhada na filosofia hindu. O “Yogi” (iogue) no nome do seu fundador indica seu status no Hinduísmo. A filosofia e os benefícios por trás da MT são semelhantes à prática do Hinduísmo de unir as pessoas com o seu “eu superior”. Além disso, os tribunais americanos têm decidido que MT não é uma disciplina secular, mas algo característico da religião hindu (US District Court, Newark, NJ, 29 de outubro de 1977 e U.S. Court of Appeals, Philadelphia, PA 2 de fevereiro, 1979)


Meditação: É bíblica?
Nem toda meditação é Meditação Transcendental. Na verdade, a Bíblia comanda-nos a meditar. Em Josué 1:8, Deus comanda-nos a meditar na Sua palavra dia e noite para que possamos obedecê-la. As palavras “meditar” ou “meditação” são mencionadas 20 vezes. No entanto, a associação da meditação com a filosofia da Nova Era e o misticismo oriental tem distanciado muitos cristãos.

No Antigo Testamento, há duas palavras hebraicas principais para meditação. Haga significa murmurar, meditar ou refletir. Sihach significa meditar, ensaiar a sua mente ou contemplar. Estas palavras também podem ser traduzidas como habitar, examinar diligentemente e prestar atenção.


Meditação: A História
Uma forma de meditação que tem sido usada pelos cristãos pelo menos desde o século 4 é a lectio divina. Ela tem sido tradicionalmente utilizada em ordens religiosas monásticas e está desfrutando de um ressurgimento nos dias de hoje. Lectio divinasignifica “leitura sagrada” e tem quatro fases: lectio(leitura), meditatio(meditação discursiva), oratio(oração eficaz) e contemplatio (contemplação). Na fase lectio(leitura), encontra-se uma passagem para lê-la deliberadamente. Na próxima etapa, meditatio(meditação discursiva), é onde se pondera sobre o texto. Na fase oratio(oração eficaz), conversa-se com Deus sobre a leitura, pedindo-Lhe que revele a verdade. Na etapa final, a fase contemplatio(contemplação), repousa-se na presença de Deus.

Como podemos ver, meditar é simplesmente refletir ou pensar sobre algo. O tema da meditação de uma pessoa, e os efeitos da meditação, é o que diferencia um tipo de meditação de outro.

No que escolhemos refletir e concentrar nossos pensamentos faz uma profunda diferença em nossa visão da vida. Para saber mais sobre como pensar em “tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento” (Filipenses 4:8), continue buscando abaixo.

Continue lendo agora!



O que você acha?
Todos nós pecamos e merecemos o julgamento de Deus. Deus, Pai enviou o Seu único Filho para satisfazer o julgamento por aqueles que creem nEle. Jesus, o Criador e eterno Filho de Deus, viveu uma vida sem pecado e nos ama tanto que morreu pelos nossos pecados, tomando sobre Si o castigo que nós merecemos, foi enterrado, e ressuscitou dos mortos, de acordo com a Bíblia. Se você realmente crê e confia nisso de coração, e escolher receber a Jesus como o seu único Salvador, declarando, "Jesus é o Senhor", você será salvo do julgamento e passará a eternidade com Deus no céu.

Qual a sua resposta?

Sim, eu quero seguir Jesus

Eu já sou um seguidor de Jesus

Ainda tenho dúvidas





Como posso conhecer a Deus?




Se você morresse, por que Deus deveria deixar você entrar no céu?


Direito Autoral © 2002-2020 AllAboutSpirituality.org, Todos os Direitos Reservados